Preditores antropométricos e demográficos de força do aperto de mão (FAM) e medida da massa magra em indivíduos hospitalizados

A força do aperto de mão (FAM) é um método antropométrico validado e viável para a mensuração da força muscular em pessoas saudáveis e pacientes hospitalizados. Recentemente, a avaliação da qualidade de massa magra, obtida pela FAM e pela medida da massa muscular (MM), tem sido investigada como um indicador preditor de desfechos clínicos negativos de complicações, maior tempo de internação, custos e mortalidade em pacientes hospitalizados.

No estudo publicado por Rossato e seus colaboradores avaliou-se os principais preditores antropométricos e demográficos da medida da FAM e da qualidade da MM em 136 pacientes hospitalizados, de ambos os sexos, com faixa etária entre 18 e 86 anos. As medidas estudadas foram peso, altura, índice de massa corpórea (IMC), circunferência da cintura (CC), FAM avaliada por dinamômetro, MM por bioimpedância elétrica e dados demográficos (sexo, idade). Para identificação dos preditores utilizou-se testes estatísticos de regressão linear padrão e adotou-se nível de significância com p < 0,05.

Resultados do estudo mostraram que os pacientes com baixa FAM eram mais velhos, apresentavam menor peso corpóreo, massa muscular diminuída e menor massa magra quando comparado a pacientes com FAM adequada. Não foram observadas diferenças estatísticas em relação ao IMC, gordura corporal e CC. Para os autores do estudo, o principal preditor da FAM em indivíduos hospitalizados foi a medida de massa magra, que apresentou associação estatística significativa em todos os modelos estatísticos de regressão (p<0,001). Embora tenha sido encontrada uma associação estatística mais baixa, o sexo e a maior proporção de obesidade abdominal foram associados a menor qualidade de massa magra. Novos estudos ainda se fazem necessários para avaliar a influência da composição corporal na força muscular e no prognóstico clínico na população de pacientes hospitalizados.

 

Rossato LT et al. Anthropometric and demographic predictors of handgrip strength and lean mass quality in hospitalized individuals. Clin Nutr ESPEN. 2018 Apr;24:58-61.