Uso da dinamometria de preensão manual para avaliação diagnóstica e prognóstica da Fraqueza Muscular adquirida na Unidade de Terapia Intensiva

A fraqueza muscular adquirida na UTI (ICU-AW) é uma síndrome caracterizada pela fragilidade da musculatura de membros e músculos respiratórios, o que promove aumento da dependência de ventilação mecânica, de complicações e mortalidade. A incidência varia de 30% a 60%, e tem como principais fatores causais a sepse, síndrome da resposta inflamatória sistêmica (SIRS), disfunção de órgãos e imobilidade prolongada.

O diagnóstico da ICU-AW é realizado pelo escore Medical Research Council (MRC) que avalia graus de contração e força muscular em 12 grupos musculares. Recentemente, pesquisadores brasileiros realizaram um estudo prospectivo de coorte com o objetivo de testar uso da dinamometria de preensão manual como uma ferramenta alternativa para avaliação diagnóstica e prognóstica da ICU-AW comparado ao uso do método MRC.  

Foram selecionados 45 pacientes críticos adultos com período de internação mínimo de 5 dias na UTI. O desfecho primário foi a concordância entre o diagnóstico da ICUAW, avaliado pelo escore do MRC e pelo uso do dinamômetro. Os desfechos clínicos secundários foram a associação do diagnóstico da ICUAW por dinanometria com dias de ventilação mecânica, tempo de internação hospitalar e UTI, readmissão na UTI dentro do período de 6 meses e mortalidade.

Dezoito pacientes do estudo foram diagnosticados com ICUAW. Usando limiares estatísticos específicos, identificou-se que o uso da dinamometria da força de preensão manual teve alta concordância com os critérios do MRC para o diagnóstico de ICUAW (precisão de 100%; coeficiente Kappa = 1; p <0,001). O diagnóstico da ICUAW avaliado pela dinanometria foi significativamente associado ao tempo mais prolongado de ventilação mecânica (p< 0,001) e de internação na UTI (p< 0,001). Não houve diferenças em relação à mortalidade.

Os pesquisadores concluíram que a ICUAW está associada a uma maior permanência na UTI e tempo prolongado da ventilação mecânica durante um período de pelo menos 6 meses, sugerindo que esta condição esteja relacionada a consequências a longo prazo. A dinamometria de pressão manual pode fornecer uma alternativa rápida, simples e precisa alternativa para o diagnóstico de ICUAW. Mais estudos que validam aplicação de novos métodos de diagnóstico e possíveis tratamentos da condição são necessários.

Referência: Bragança RD, Ravetti CG, Barreto L, Ataíde TBLS, Carneiro RM, Teixeira AL, Nobre V. Use of handgrip dynamometry for diagnosis and prognosis assessment of intensive care unit acquired weakness: A prospective study. Heart Lung. 2019.

Por: Priscila Garla