Tag: reabilitação nutricional

Nutrição na reabilitação: diretrizes de prática clínica

A Sociedade Europeia de Nutrição Clínica e Metabolismo (ESPEN) publicou recentemente Diretrizes práticas para reabilitação nutricional de pacientes com doenças cerebrovasculares, fratura de quadril, câncer e doenças agudas. O documento reúne 4 recomendações, uma para cada doença/condição clínica, para guiar a prática clínica de todos os profissionais da saúde envolvidos na reabilitação destes pacientes. 

Dessa forma, as recomendações estão apresentadas como respostas a uma pergunta referente ao recebimento de cuidado nutricional otimizado para cada doença/condição clínica de pacientes em reabilitação. Os autores definem como “cuidado nutricional otimizado” aquele que está além do manejo nutricional padrão, incluindo educação nutricional, aconselhamento nutricional, suplementos nutricionais orais, nutrição enteral e parenteral. 

Aos pacientes idosos com doenças cerebrovasculares em reabilitação é sugerido que recebam cuidado nutricional otimizado a fim de evitar complicações relacionadas a infecções e melhorar suas atividades cotidianas. A escolha da via de acesso e doses adequadas devem ser individualizadas de acordo com condições clínicas e aceitação do paciente. Igualmente, para os pacientes idosos com fratura de quadril em reabilitação é sugerido receber cuidado nutricional otimizado a fim de reduzir complicações e mortalidade, bem como melhorar suas atividades cotidianas. 

O documento também sugere que pacientes adultos oncológicos durante ou após tratamento anticâncer e em reabilitação da doença recebam cuidado nutricional otimizado. É enfatizado que a tomada de decisão deve ser realizada com base no tipo de câncer, devido a incerteza de riscos e benefícios associados a combinação da intervenção específica e o cuidado nutricional otimizado. Devido à falta de evidências robustas, não se recomenda o cuidado nutricional otimizado para pacientes desnutridos, com caquexia ou com atividades cotidianas restritas durante ou após o tratamento anticâncer e durante a reabilitação da doença.

Por fim, aos pacientes com doenças agudas (pneumonia, infecção do trato urinário e infarto agudo do miocárdio), sugere-se o cuidado nutricional otimizado durante o período de reabilitação. Ressalta-se que é desejável a combinação entre o cuidado nutricional otimizado com programa de reabilitação especializado (6 semanas de sessões de fisioterapia supervisionada). 

O documento apresenta o fluxograma da seleção dos artigos para cada doença/condição clínica, bem como comentários referentes aos estudos selecionados para o desenvolvimento das recomendações. 

A diretriz completa pode ser acessada em: https://clinicalnutritionespen.com/article/S2405-4577(21)00087-5/fulltext