Tag: Esporte

Uso de suplementos esportivos e doping em atletas

Doping esportivo é a utilização de substâncias não naturais para induzir aumento de desempenho e performance física. A Agência Mundial Antidoping (WADA), uma organização criada pelo Comitê Olímpico Internacional, considera o doping uma violação das regras esportivas. Os esportistas que são confirmados no exame do doping, sejam de forma intencional ou não, são suspensos das atividades esportivas por até 4 anos.

Atualmente, os praticantes de atividade física representam a população que mais consome suplementos esportivos, portanto, estão mais predispostos ao risco de consumir substâncias que podem causar doping.

O uso de suplementos entre atletas tem uma prevalência entre 40 a 70% e pode variar substancialmente conforme o gênero, idade, tipo de esporte, sazonalidade do treinamento e tipo de suplemento.

Alguns atletas profissionais podem apresentar doping não intencional, aquele que ocorre com o uso de suplementos esportivos que são contaminados com substâncias banidas pela WADA. A prevalência de contaminantes esteroides, presentes nos suplementos esportivos, pode estar presente entre 15 a 50% dos produtos.

Todavia, o uso de suplementos contaminados com substâncias banidas nem sempre ocorre de maneira acidental. Dentro desse contexto, um estudo Britânico recente investigou a relação entre o uso de suplementos esportivos, a consciência dos atletas sobre uso de substâncias ilícitas e doping.

A hipótese apresentada no estudo é semelhante à hipótese do uso de maconha ou do álcool como porta de acesso ao uso de drogas mais pesadas, como cocaína. É como se o uso de suplementos esportivos oferecesse uma possibilidade de também experimentar as substâncias banidas do esporte. Essa hipótese foi investigada dois estudos; o primeiro realizado com 598 atletas e o segundo com 475 esportistas.

Os resultados apontaram que atletas que usam suplementos esportivos tem maior crença na efetividade do uso de substâncias químicas; e podem estar mais propensos ao uso de substâncias ilícitas e apresentar uma atitude mais favorável ao doping.

Os autores da pesquisa concluíram que o uso de suplementos esportivos é eficaz na melhora da performance física, porém os atletas podem ficar mais propensos a se dopar, sendo, portanto, um alvo de estudo para programas de prevenção antidoping.

Referência: Philip Hurst, Maria Kavussanu, Ian Boardley & Christopher Ring. Sport supplement use predicts doping attitudes and likelihood via sport supplement beliefs, Journal of Sports Sciences, 2019.

Por: Lenycia Neri