Impacto da avaliação e terapia nutricional individualizados na perda de peso, complicações e desfechos funcionais de pacientes neurológicos

Recente publicação da revista Clinical Nutrition destacou que a nutrição enteral é a via alimentar preferencial para habilitação precoce de pacientes com doenças neurológicas, uma vez que a disfagia é uma importante complicação nessa população.  No entanto, por diversas razões, o cálculo da necessidade calórica desses pacientes nem sempre é feito da maneira mais adequada. Assim, Schmidt e colaboradores buscaram investigar o efeito da avaliação e terapia nutricional individualizadas na alteração semanal de peso corpóreo, incidência de complicações e desfecho funcional em pacientes neurológicos no período de reabilitação.

Foram incluídos 170 pacientes em uso de nutrição enteral exclusiva, por no mínimo 14 dias. Todos pacientes foram inicialmente submetidos a avaliação do peso, cálculo de Índice de Massa Corpórea (IMC) e foram alocados em dois grupos. No grupo intervenção, a necessidade calórica foi calculada através de uma equação específica que considerou idade, peso, gênero e fator atividade; e foi ofertado fórmula enteral hipercalórica e hiperproteica ou especializada de acordo com a necessidade de cada paciente. No grupo controle, a necessidade calórica foi estimada pela rotina da equipe médica e foi ofertado fórmula enteral padrão. Para análise estatística, adotou-se o valor de significância de p<0,005.

Embora não tenha ocorrido diferenças significativas do aporte calórico ofertado em ambos os grupos, pacientes alocados no grupo controle apresentaram uma maior perda de peso (p=0,002) quando comparado ao grupo intervenção, sobretudo nas primeiras 3 semanas de acompanhamento. No acompanhamento de complicações, os pacientes do grupo intervenção apresentaram menor número de dias com diarreia (p=0,002) e melhora mais rápida da diurese que o grupo controle (p=0,046). Não houve diferenças significativas de desfechos funcionais entre os dois grupos.

Os autores concluíram que avaliação e terapia nutricional individualizadas pareceu ser eficaz na prevenção de perda de peso e de complicações relacionadas a dieta em pacientes neurológicos em período de reabilitação.

Referência: Schmidt SB, Boltzmann M, Krauss JK, Stangel M, Gutenbrunner C, Rollnik JD. Standardized nutritional supply versus individual nutritional assessment: Impact on weight changes, complications and functional outcome from neurological early rehabilitation. Clin Nutr. 2019 May 16.

Por: Natalia Lopes